Quinta-feira, 24 de Março de 2016

12.º Aniversário da Confraria da Água - 22 de Março de 2016

Neste Dia Mundial da Água, o Clube Unesco de Aveiro organizou, no Hotel Moliceiro, uma sessão comemorativa que contou com a participação e intervenção dos Confrades da Água Lauro Marques, Martins Canas e Simões Cortez e, também, Raquel Castro Madureira, Vereadora da Câmara Municipal de Aveiro, e Paulo Jorge Morgado, do GeoBioTec da Universidade de Aveiro.

DSC01654.JPG

DSC01655.JPG

DSC01656.JPG

DSC01657.JPG

DSC01659.JPG

DSC01662.JPG

publicado por ConfrariaDaAgua às 14:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Março de 2016

...

Clube_UNESCOAveiro_Dia_Água2016.jpg

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 15:51
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Março de 2016

Better Water, Better Jobs

dia-mundial-da-agua.jpg

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 19:58
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Dezembro de 2015

BOAS FESTAS

Confraria da Água - Boas Festas 2015.jpg

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 14:23
link do post | comentar | favorito
Sábado, 31 de Outubro de 2015

A Confraria da Água na Imprensa - Semanário Discurso Direto (Arouca)

unnamed.jpg

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 13:30
link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Outubro de 2015

Dia Nacional da Água - 1 de Outubro de 2015 - Confraria da Água no Programa "Agora Nós" da RTP1

http://media.rtp.pt/blogs/agoranos/artigos/sabia-que-a-agua-tambem-se-prova_5263

publicado por ConfrariaDaAgua às 20:28
link do post | comentar | favorito

VII Capítulo no Pavilhão da Água / Parque da Cidade do Porto e Porto Palácio Hotel

O VII Capítulo da Confraria da Água, que se realizou em 26 de Setembro de 2015, incluiu uma visita guiada ao Pavilhão da Água e uma palestra proferida pela nova Confreira, Dra. Filipa Fernandes. A cerimónia de entronização dos quatro novos membros decorreu na Nascente do Parque da Cidade do Porto. O evento terminou com jantar no Porto Palácio Hotel. 

DSC_0145.JPG

DSC_0161.JPG

DSC_0165.JPG

DSC_0168.JPG

unnamed.jpg

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 19:14
link do post | comentar | favorito

Festival da Água - 12 de Setembro de 2015 - Freguesia de Santa Bárbara - Lourinhã

10626750_1167352726614573_6446622477927680035_n.jp

11145183_1167352873281225_1514465015656484719_n.jp

11838767_1167352729947906_127980526435897772_o.jpg

11850628_1167353059947873_2175782985034556070_o.jp

11987138_1167353203281192_5501812774920054719_n.jp

11988651_1167352923281220_7031215346678858576_n.jp

11990500_1167352869947892_1141280297438866726_n.jp

11990501_1167353066614539_3923958214314794156_n.jp

11990661_1167353033281209_1526981050313817827_n.jp

12002109_1167352853281227_8848741998403373293_n.jp

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 18:00
link do post | comentar | favorito

22 de Março de 2014 - 10 Anos da Confraria da Água

A Confraria da Água celebrou, em 22 de Março de 2014, Dia Mundial da Água, 10 anos de existência.

Nesta data, a Confraria apresentou, no Pavilhão da Água, a palestra com o tema "A Água no Mundo - Fonte de Energia e Factor de Progresso" e uma Prova de Águas que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal do Porto, Dr. Rui Moreira. 

1524915_10152319763699066_1347034823_n.jpg

1794516_304532123029384_527913039_n.jpg

_DSC9716.JPG

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 16:19
link do post | comentar | favorito

VI Capítulo em Vila Nova de Gaia

A Confraria da Água realizou o seu VI Capítulo nas Caves Taylor's, situadas no coração da zona histórica de Vila Nova de Gaia, em 19 de Outubro de 2013. O evento contou com a palestra subordinada ao tema "A Água, fonte de Vida, de Saúde e Bem-Estar" proferida pelo Confrade Honorário, Prof. Dr. Eng. José António Simões Cortez, tendo finalizado com jantar no restaurante Barão Fladgate.

publicado por ConfrariaDaAgua às 15:54
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Outubro de 2013

Prova cega de aguas- Jantar em Esposende

publicado por ConfrariaDaAgua às 10:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 4 de Maio de 2013

Prova Cega de Aguas Natuais e formação no "Restaurante Pontuel" em Leiria

 

3 de Maio 2013

Por iniciativa do restaurante “Pontuel” em Leira, a Confraria da Água foi convidada a realizar uma palestra de formação e duas provas de águas para alunos e profissionais de Hotelaria. O evento decorreu no Hotel Eurosol, seguido de um jantar temático de águas naturais no próprio restaurante. Antes do jantar foi possível fazer uma nova prova cega de águas para os convidados, os chefes de cozinha tiveram também a oportunidade de explicar os seus pratos, todos eles confecionados com a inclusão de uma água natural, especifica nas suas características para poder obter os efeitos gastronómicos desejados. As sessões, com grande participação e animadas de entusiasmo permitiram a todos os alunos e profissionais um contacto com o mundo da água, o seu conhecimento, a sua valorização e a demonstração de provas cegas de água. Os promotores dão a todos os participantes um Diploma de formação em “provador de águas naturais”.

 

 

 

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 18:29
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 30 de Novembro de 2012

A não perder ! 10 de Dezembro 2012 em Aveiro

 

O Confrade Simões Cortêz, Engenheiro de Geologia e Minas, um dos maiores conhecedores dos recursos hidrogeológicos Portugueses, publica uma excepcional obra sobre as Águas Naturais na Região Centro de Portugal, numa edição da FEDRAVE Fundação para o Desenvolvimento da Região de Aveiro, a que a Confraria da Água se associou. Vamos estar presentes.

publicado por ConfrariaDaAgua às 17:09
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

Semi-Capitulo dia 22 de Setembro, em Palmares, junto ao rio Caima

Para não se perderem os “bons hábitos” de um salutar convívio, convidámo-lo para um ENCONTRO/ALMOÇO DE CONFRATERNIZAÇÃO no próximo dia 22 de Setembro (sábado) no Hotel Rural VALE DO RIO, em Palmaz, Oliveira de Azeméis, pelas 12H30. Esta aprazível unidade hoteleira foi galardoada com o prémio de Melhor Ecoturismo 2012 atribuído pelo jornal “Expresso”. O nosso convívio será abrilhantado pelo Grupo Etnográfico “Ecos da Memória”. Apelamos a todos os Membros desta Confraria - a Si, em particular – a participar neste evento e a trazer os seus amigos. inscrições : 918077219 ou ConfrariaDaAgua@sapo.pt

publicado por ConfrariaDaAgua às 02:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 22 de Março de 2011

22 de Março 2011 Dia Mundial da Agua

O "Dia Mundial da Água" foi criado pela Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas através da resolução A/RES/47/193 de 22/2/1993 declarando todo o dia 22 de Março de cada ano "o Dia Mundial das Águas" (DMA), para ser observado a partir de 1993, de acordo com as recomendações da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento contidas no capítulo 18 (Recursos hídricos) da Agenda 21.

Nesse período vários Estados foram convidados, como fosse mais apropriado no contexto nacional, a realizar no Dia, atividades concretas que promovam a conscientização pública através de publicações e difusão de documentários e a organização de conferências, mesas redondas, seminários e exposições relacionadas à conservação e desenvolvimento dos recursos hídricos e/ou a implementação das recomendações proposta pela Agenda 21.

A cada ano, uma agência diferente das Nações Unidas produz um kit para imprensa sobre o DMA que é distribuído nas redes de agências contatadas. Este kit tem como objetivos, além de focar a atenção nas necessidades, entre outras, de:

  • Tocar assuntos relacionados a problemas de abastecimento de água potável;
  • Aumentar a consciência pública sobre a importância de conservação, preservação e proteção da água, fontes e suprimentos de água potável;
  • Aumentar a consciência dos governos, de agências internacionais, organizações não-governamentais e setor privado;
  • Participação e cooperação na organização nas celebrações do DMA.

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 21 de Março de 2011

Dia Mundial da Agua - Pamela Anderson

A atriz Pamela Anderson foi ao Brasil disposta a fazer boas ações. Acompanhando o namorado Jon Rose, que cuida da ONG Waves For Water, a musa de Baywatchesteve, nesta terça-feira (22) - Dia Mundial da Água -, no MAM, em São Paulo, para participar de um evento do movimento CYAN - "Quem vê água enxerga seu valor".

Lançado em 2010, o movimento busca engajar a sociedade na preservação e uso consciente da água no planeta. Tudo a ver com a ONG de Jon, que visa levar tratamento de água adequado a comunidades carentes.

Depois, o casal foi à ONG Zezinho, localizada em Capão Redondo, no extremo sul da capital paulista.

Na segunda-feira (21), ela foi fotografada em Heliópolis durante uma visita à ONG Unas.

 

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:18
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

Confraria da Agua, faz prova na Praça da Alegria, outra vez na RTP

As Confreiras Dulcinêa Loureiro, Maria Luisa e Celeste Guido, estiveram na Praça da Alegria, com os conhecidos entertainers Sónia Araújo e Jorge Gabriel, da RTP 1, onde ralizaram mais uma demonstração com Prova de Águas e deram testemunho da cultura das águas naturais. Neste programa foi possivel demonstrar com a prova de 4 aguas naturais portuguesas que é com facilidade que qualquer um de nós pode degustar e apreciar as águas naturais, podendo saborar, distinguir e escolher a sua água para cada ocasião. Neste programa com vários convidados, as águas foram tema de eleição.

 

 

    

publicado por ConfrariaDaAgua às 21:56
link do post | comentar | favorito
Domingo, 10 de Outubro de 2010

Rota das Águas na Serra da Estrela

 

Um rico programa, a “Festa da Água” teve lugar na freguesia das Aldeias no passado domingo dia 10 de Outubro, que veio valorizar, divulgar e promover a Água Natural. A Confraria da Água, fez-se representar pelas digníssimas Confreiras Dra. Celeste Guido e Dra. Luísa Costa que orientaram o momento da "Prova de águas", assim como uma palestra   sobre a temática "O Casamento do Vinho e da Água".

 

A excepcional organização da Associação de Desenvolvimento de Gouveia e da Confraria Báquica e Gastronómica da Serra da Estrela, começou com uma recepção na Junta de Freguesia, a que se seguiu a “Prova de águas” e “Fatia”, na Associação Cultural e Desportiva Aldeense. Seguiu-se o programa “Conhecer ALDEIAS”, ao final da manhã, em jeito de preparação para o almoço tivemos “Aperitivo”-Casamento entre a Água e o Vinho, no Clube Desportivo Popular Aldeense. Depois o almoço Tradicional, na Liga Humanitária Social e Cultural das Aldeias. Foi então o momento da palestra  “Àguas da Serra da Estrela “. O dia terminou com uma visita à fábrica  de águas “SASEL”, onde foi servida uma merenda final.

   

 

                                

        

 

“Na Serra da Estrela não é difícil encontrar o que fazer. Mas esta é uma região que privilegia o contacto com a natureza. A época outonal é, muito provavelmente, uma das mais bonitas para passear, na zona que alberga a maior montanha de Portugal continental. Pelo Parque Natural da Serra da Estrela encontra muitos passeios pedestres, mas também pode passear de bicicleta, a cavalo, ou em todo-o-terreno. Nestes passeios descobre-se a essência da serra, acompanhando as quedas de água, rios e ribeiros e os animais que fazem parte deste habitat, como as raposas, lebres e mesmo os rebanhos guardados pelos famosos cães Serra da Estrela. Nos percursos pedestres estão classificadas quatro rotas: a Rota dos Vales Glaciários, a Rota dos quatro Lagos, a Rota das Áreas Naturais e a Rota das 25 Lagoas. “ – Susana Ribeiro, in JN

 

 

 

    

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:21
link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Outubro de 2010

Cozinha com Água Natural, RTP N "Gostos e Sabores" com Hélio Loureiro

Um programa de televisão excepcional que mostrou a importância de considerar o efeito das característica da água natural na confecção de um prato de gastronomia. Já muitos chefes de cozinha pelo mundo, sabem utilizar a água natural como um importante ingrediente na cozinha gourmet. Hélio Loureiro mostrou como a água natural tem um lugar de elevado relevo na confecção de pratos especiais. Num programa gravado para a RTP N emitido em 2 de Outubro, no ambiente do Parque Natural de Vidago, junto às nascentes dessa água, o Chefe Hélio Loureiro, também confrade fundador da Confraria da Agua, deu uma lição sobre o uso de águas naturais na confecção de pratos gastronómicos especiais.

 

http://tv.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=17204&c_id=7&dif=tv&idpod=45424

 

 

 

   

 

 

 

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:09
link do post | comentar | favorito
Domingo, 26 de Setembro de 2010

Prova de Água na RTP1 no "Lado B" de Bruno Nogueira

A Confraria participou numa prova de divulgação de degustação de águas naturais, aconteceu no dia 26 de Setembro, no programa ao domingo da RTP1 "Labo B" do humorista Bruno Nogueira. Em contexto de humor, o anfitrião proporcionou mais uma excelente oportunidade de promoção da cultura de águas naturais e da nossa Confraria.

 

link :  http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=26273&c_id=1&dif=tv&idpod=45095

 

 

 

 

 
 
  
publicado por ConfrariaDaAgua às 21:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Junho de 2010

Fomação a profissionais de hotelaria - Quinta das Lágrimas

A Confraria da Água por convite do director de F&B do Hotel Quintas das Lágrimas em Coimbra, Vitor Sêco, realizou uma formação e prova de águas naturais Portuguesas para uma dezena de profissionais desta cadeia Hoteleira. Os restaurantes da cadeia da Quinta das Lágrimas, há muitos anos foram pioneiros na elaboração de uma carta de águas e garrafeira de águas naturais, merecem por essa razão o maior apoio os seus directores, quando procuram uma intensa formação permanente dos seus quadros de forma a garantir a melhor prestação aos seus clientes. A Confraria honra-se de colaborar com a estratégia de formação da cadeia Quinta das Lágrimas. A acção teve elevada motivação e grande receptividade por parte dos participantes. A acção de formação tem um particular interesse para esta Confraria por ter sido realizada no mesmo local da sua entronização há 6 anos. Parabéns aos participantes e aos directores.

 

 

  

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 21:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

Agua, Mar, Moliceiro, Cabrito, Bairrada e Vinho de Felgueiras no Underground

Vários amigos das Confraria do Vinho de Felgueiras, Confraria da Bairrada, Confraria do Mar, Confraria do Cabrito do Caramulo, Confraria do Moliceiro e Confraria da Agua, organizaram uma das mais emotivas experiências do seu calendário gastronómico. O evento decorreu nas Caves Aliança, depois de uma visita ao belíssimo Museu Underground, em Sangalhos, Anadia. Foi no ambiente mágico da “Cave das Aguas Ardentes” que se serviu o melhor que a gastronomia da Bairrada pode ter, a Cabidela e o Leitão Assado, acompanhados dos melhores néctares e Espumantes das Caves Aliança. A singularidade do local, a beleza sublime da Cave das Aguardentes, um verdadeiro Olimpo, lugar dos Deuses, no meio de milhares de barricas de carvalho, numa mesa também de madeira de carvalho maciça construída numa só peça, a "mesa do Comendador", no meio da arte e do intenso aroma da madeira com a aguardente velha, foi assim o cenário criado pelo irrepreensível profissionalismo da equipa de Enoturismo das Caves Aliança, lideradas pela Dra. Maria da Luz e Arq. Sónia, apoiadas por um excepcional serviço gastronómico regional. A luz ténue dos esplendorosos candelabros de bronze, tornaram esta experiência única, magistática, um momento inesquecível, para especialistas da boa gastronomia e ambientes Portugueses, com toda a certeza, ficaram felizes os restritos participantes, eleitos para os poucos lugares disponíveis desta iniciativa. Parabéns aos gastrónomos do mundo gourmet e aos organizadores. Parabéns ao Underground das Caves Aliança.

 

 

 

 

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Maio de 2010

Águas Naturais em Tábua “Água Fonte de Vida” , com a Confraria

A Confraria da Água participou com o Município de Tábua, numa organização conjunta com o Centro de Saúde, pelo 5º ano consecutivo, numa actividade denominada “Pela Saúde de Tábua 2010”, este ano subordinada ao tema: “Água Fonte de Vida”, que se realizou no sábado dia 15 de Maio de 2010, envolvendo cerca de 200 participantes. A actividade teve como objectivo consciencializar a comunidade para a importância de estilos de vida saudáveis, nomeadamente no que diz respeito à hidratação, à prática de exercício físico, à alimentação, à prevenção de comportamentos aditivos, entre outros. Consistiu na realização de um Peddy-Paper, com um percurso pela Vila de Tábua, com participação em actividades desportivas e lúdicas, onde o tema forte foi sempre a Água . Tábua é um Concelho com um território extenso, com uma excepcional paisagem natural de serra, rios, albufeiras, muito rico em nascentes naturais, de onde brotam águas de excepcional qualidade e sabor. O percurso culminou com uma refeição saudável oferecida a todos os participantes. A Confraria da Água organizou uma palestra e degustação de águas naturais no final do programa da manhã. Os participantes ficaram sensibilizados para a riqueza que as águas naturais encerram em si, a sua importância para a saúde, o seu valor gastronómico e a importância da sua preservação para a vida no planeta. Um dia em cheio, muito participado, envolvendo uma população diversificada de jovens, professores, pais e avós. Foi uma equipa da geração sénior que venceu o concurso do Peddy-paper  e recebeu das mãos da Vereadora Dra. Ana Paula Neves (também Confreira da Água) o imponente troféu do primeiro lugar do evento.

 

  

publicado por ConfrariaDaAgua às 13:47
link do post | comentar | favorito
Sábado, 8 de Maio de 2010

A Confraria da água realizou um notável evento, no Museu do Vinho em Anadia no dia 8 de Maio

NAMORO DA ÁGUA E DO VINHO - ANADIA -

 

Decorreu com um programa intenso e animado no sábado, dia 8 de Maio de 2010, um programa que proporcionou a todos os participantes uma experiência de degustação de água naturais, espumantes e vinhos da bairrada, seguida de um jantar de solidariedade.

 

Depois de uma visita guiada ao  Museu das Caves Aliança a surpresa era geral:

Não só pelo néctar dos Deuses aí guardado em qualidade e quantidade, bem como pelas  peças expostas, nacionais e internacionais..

Adoramos!!!!!!

 

A comitiva seguiu o seu périplo pela Rota do vinho da Bairrada , tendo como acompanhante e guia  o prestigiado  Senhor Eng.º José Carvalheira, Enólogo da Escola Agrária de Anadia.

Já no Museu do Vinho realizou-se uma prova de águas a cargo do eloquente e sábio Senhor Eng.º Belmiro .

Os Sortudos provadores de água foram distinguidos com distinção, tal o empenho e conhecimentos adquiridos.

De seguida realizou-se uma prova de vinhos da Bairrada.

Não fossemos nós um ferrenhos admiradores da vida, cultural que se vive no Museu do vinho ( que cada dia nos surpreende pela positiva), ficaríamos rendidos ao saber receber do seu Director Doutor Pedro Dias .

O Jantar foi acompanhado por fados do Mestre Pedro Olaio , e por Góis

 Houve oferta de uma obra á Confraria da água que de imediato a disponibilizou para ser leiloada para um fim de beneficência

 

 

Esta iniciativa quis demonstrar a importância dos três elementos fundamentais dos prazeres da mesa : o prato, o vinho e a água. É na combinação destes três elementos que podemos ter uma gastronomia rica e equilibrada. Na prova de águas naturais portuguesas, foram servidas 6 águas naturais e depois de uma explicação das suas características, os provadores foram capazes de distinguir as nascentes de origem sem grande dificuldade. Perante a descoberta desta capacidade, todos os provadores se declararam a partir de agora, apreciadores e entusiastas de água natural. A combinação dos espumantes e dos vinhos da Bairrada, permitiram perceber as combinações, pelas diferenças ou similitudes que estes dois elementos podem combinar numa mesa. Com o jantar de cabidela e Leitão da Bairrada foi servido um espumante caves Aliança Reserva Bruto 2007, um vinho Quinta das Baceladas, Aliança. A água escolhida para acompanhar esta refeição, foi a Fonte da Fraga, com características levemente bicarbonatada, sódica e cálcica, proveniente de rochas metamórficas (xistos) na zona desta nascente há afloramentos graníticos, com baixa mineralização para contrastar com a intensidade da gastronomia e dos vinhos, com um ligeiro toque de acidez no seu pH 6 que lhe confere excelentes propriedades digestivas e um toque de frescura que enaltece o apimentado do Leitão, uma escolha perfeita.  

 

15h00 - Recepção dos Confrades/Amigos no Museu do Vinho da Bairrada, em Anadia

16h00 - Visita ao recém-inaugurado "Aliança Underground Museum", nas antigas Caves Aliança, em Sangalhos

17h30 - Passeio em autocarro pelas vinhas da Bairrada

 

18h30 - Museu do Vinho da Bairrada

- Abertura da exposição "NAMORO DA ÁGUA E DO VINHO" e visita ao Museu

- Prova explicativa de Agua Natural, proferida pelo Confrade da Água, Belmiro Couto

- Prova explicativa de Espumantes e vinhos da Bairrada, da responsabilidade do enólogo, Eng. José Carvalheira

 

- Jantar de leitão, epumanes e vinhos da Bairrada

- Apresentação das Instituições de Solidariedade

- Entrega de obras de arte a favor das IPSS

- Fados de Coimbra

 

 

O Museu do Vinho da Bairrada - em Anadia

 

 

Visita ao Museu Underground das Caves Aliança e prova de espumantes apresentada pela Arq Sonia

 

 

 

 Prova de Águas naturais portuguesas

 

 

A Chanceler Margarida Amorim inicia a explicação da prova de Aguas Naturais

 

Enólogo Eng José Carvalheira explica os espumantes e vinhos da Bairrada

 

Os pazeres da degustação da Água e do Vinho

 

 O Vereador Eng. Jorge Sampaio enaltece a iniciativa

 

Confrades Carla e Canas

 

 

Confrades em confraternização

 

 

A oferta da Arte a favor da Solidariedade

 

Fados e guitarradas animaram a noite

 

Momento de poesia da Confreira Dulcinêa Loureiro

 

  Convivio animado no final do Jantar

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 14:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

Águas na Semana Aberta da Escola de Hotelaria e Turismo de Sta. Maria da Feira

 

Integrado no vasto programa de actividades da Semana Aberta da Escola de Hotelaria e Turismo de Sta. Maria da Feira, a Confraria da Água realizou mais uma acção de sensibilização e prova de Águas Naturais, aos futuros profissionais de Hotelaria e Turismo. Os finalistas tiveram oportunidade de aprender a combinar águas, com vinhos e gastronomia. Valorizar a água natural na gastronomia é agora um apanágio dos novos entusiastas de água e futuros profissionais da Hotelaria.

 

   

publicado por ConfrariaDaAgua às 00:01
link do post | comentar | favorito
Sábado, 24 de Abril de 2010

Palestra e Prova de Água - Wine House, Quinta Nova, no Pinhao

 

A Confraria da Agua realizou uma palestra sobre as Águas Naturais Portuguesas e uma prova de águas, para profissionais de Hotelaria na Wine House, no Pinhão - Douro. Os provadores descobriram os prazeres da desgustação da água natural, as suas riquezas e a diversidades que as águas naturais portuguesas oferecem. Questões como a carta de águas, a garrafeira, a conjugação de sabores com a gastronomia e o vinho, foram temas debatidos com entusiasmo por este novo grupo de entusiastas de Águas Naturais Portuguesas.

 

A palestra foi apresentada pela Confreira Chanceler Margarida Amorim e encerrada com um excepcional momento de poesia pela Confreira Dulcinêa Loureiro.

 

    

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Universidade Católica - As Naturezas da Água

A Confraria da Água participou numa conferência de divulgação científica promovida pela ARH Norte e pela Escola de Biotecnologia do Porto da Universidade Católica, onde realizou uma sensibilização à valorização das águas naturais Portuguesas, seguida de uma prova cega de Águas. Os resultados da prova surpreenderam os seus participantes e sensibilizaram todos os presentes para a importância das águas naturais Portuguesas, como elemento gastronómico que deve ser apreciado e valorizado.

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 14:51
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Prova de Água – Hotel AquaPura Douro Valley

 

A Confraria da Água foi convidada a realizar uma acção de formação para profissionais de Hotelaria do grupo Aqua Pura Hotéis.  A formação decorreu em Lamego, no excepcional Hotel do grupo no Douro. A equipa de profissionais teve oportunidade de participar numa formação em sala e no final contactar com a experiência da degustação de águas naturais. A formação decorreu com grande sucesso e entusiasmo por parte da equipa de profissionais desta unidade. A exigência de uma clientela internacional de alto nível, motiva os bons profissionais de hotelaria para novos saberes e tendências que qualificam a sua capacidade técnica, permitindo melhor servir o sector. A Confraria colaborou desta forma em mais uma iniciativa de formação para o sector Hoteleiro.

  

publicado por ConfrariaDaAgua às 15:25
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Março de 2010

Recordar a Carta Europeia da Agua, proclamada em Estrasburgo em 1968

Por ocasião da celebração do Dia Mundial da Água, 22 de Março, vários confrades e amigos reuniram-se num jantar de confraternização, num conhecido restaurante de Lisboa, seguido de uma tertúlia e debate sobre as questões que comprometem a conservação da água e a preservação impoluta dos aquíferos de água natural. Vários especialistas e amantes das águas naturais trocaram os seus pontos de vista sobre estas questões, da maior importância na agenda política internacional.

 

Foram relembrados os principios da Carta Europeia da Agua, absolutamente actuais, e que aqui se transcrevem:

 

 

Carta Europeia da Água do Conselho da Europa


I. NÃO HÁ VIDA SEM ÁGUA. A ÁGUA É UM BEM PRECIOSO, INDISPENSÁVEL A TODAS AS ACTIVIDADES HUMANAS.

II. OS RECURSOS DE ÁGUAS DOCES NÃO SÃO INESGOTÁVEIS. É INDISPENSÁVEL PRESERVÁ-LOS, ADMINISTRÁ-LOS E, SE POSSÍVEL, AUMENTÁ-LOS.


III. ALTERAR A QUALIDADE DA ÁGUA É PREJUDICAR A VIDA DO HOMEM E DOS OUTROS SERES VIVOS QUE DEPENDEM DELA

.
IV. A QUALIDADE DA ÁGUA DEVE SER MANTIDA A NÍVEIS ADAPTADOS À UTILIZAÇÃO PARA QUE ESTÁ PREVISTA E DEVE, DESIGNADAMENTE, SATISFAZER AS EXIGÊNCIAS DA SAÚDE PÚBLICA.


V. QUANDO A ÁGUA, DEPOIS DE UTILIZADA, VOLTA AO MEIO NATURAL, NÃO DEVE COMPROMETER AS UTILIZAÇÕES ULTERIORES QUE DELA SE FARÃO, QUER PÚBLICAS QUER PRIVADAS.


VI. A MANUTENÇÃO DE UMA COBERTURA VEGETAL ADEQUADA, DE PREFERÊNCIA FLORESTAL. É ESSENCIAL PARA A CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS.


VII. OS RECURSOS AQUÍFEROS DEVEM SER INVENTARIADOS.

 

VIII. A BOA GESTÃO DA ÁGUA DEVE SER OBJECTO DE UM PLANO PROMULGADO PELAS AUTORIDADES COMPETENTES.


IX. A SALVAGUARDA DA ÁGUA IMPLICA UM ESFORÇO CRESCENTE DE INVESTIGAÇÃO, DE FORMAÇÃO DE ESPECIALISTAS E DE INFORMAÇÃO PÚBLICA.


X. A ÁGUA É UM PATRIMÓNIO COMUM, CUJO VALOR DEVE SER RECONHECIDO POR TODOS. CADA UM TEM O DEVER DE ECONOMIZAR E DE A UTILIZAR COM CUIDADO.


XI. A GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS DEVE INSCREVER-SE NO QUADRO DA BACIA NATURAL, DE PREFERÊNCIA A SER INSERIDA NO DAS FRONTEIRAS ADMINISTRATIVAS E POLÍTICAS.


XII. A ÁGUA NÃO TEM FRONTEIRAS. É UM RECURSO COMUM QUE NECESSITA DE UMA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL.

 

 

 

(Proclamada em Estrasburgo em 6 de Maio de 1968)


A água cai da atmosfera, na terra, onde chega principalmente na forma de chuva ou de neve. Ribeiros, rios, lagos, glaciares são grandes vias de escoamento para os oceanos. No seu percurso, a água é retida pelo solo, pela vegetação e pelos animais. Volta à atmosfera principalmente pela aporação e pela transpiração vegetal. A água é para o homem, para os animais e para as plantas um elemento de primeira necessidade.
Efectivamente, a água constitui dois terços do peso do homem e até nove décimos do peso dos vegetais. É indispensável ao homem, como bebida e como alimento, para a sua higiene e como fonte de energia, matéria-prima de produção, via de transporte e suporte das actividades creativas que a vida moderna exige cada vez mais. Em consequência da explosão demográfica e do acréscimo rápido das necessidades da agricultura e da indústria modernas, os recursos hídricos são objecto de uma solicitação crescente. Não se conseguirá satisfazê-la nem elevar os padrões de vida, se cada um de nós não aprender a considerar a água como um recurso precioso que deve ser preservado e utilizado acionalmente. A água na natureza é um meio vivo, portador de organismos benéficos que contribuem para manter a sua qualidade. Poluindo a água corre-se o risco de destruir esses organismos, desorganizando assim o processo de autodepuração e, eventualmente, modificar de forma desfavorável e irreversível o ambiente vivo. As águas de superfície e as águas subterrâneas devem ser preservadas contra a poluição. Todo e qualquer decréscimo importante da quantidade ou da qualidade de uma água corrente ou estagnada pode ser nocivo para o homem e para os outros seres vivos. As normas de qualidade podem variar conforme os tipos de utilização: alimentação, necessidades domésticas, agrícolas e industriais, pesca e actividades recreativas. Todavia, sendo a vida, na sua infinita diversidade, tributária das qualidades múltiplas das águas, deverão ser tomadas disposições para lhes assegurar a conservação das suas propriedades naturais.

 

A poluição é uma alteração, geralmente provocada pelo homem, da qualidade da água, que a torna imprópria ou perigosa para o consumo humano, para a indústria, agricultura, pesca e actividades recreativas, para os animais domésticos e para a vida selvagem. O lançamento de resíduos ou de águas utilizadas que provoquem poluições de ordem física, química, orgânica, térmica ou radioactiva não deve pôr em perigo a saúde pública e deve ter em conta a aptidão das águas para os assimilar (por diluição ou auto-depuração). Os aspectos sociais e económicos dos métodos de tratamento das águas evestem rande importância. É necessário manter a cobertura vegetal, de preferência florestal; sempre que essa cobertura desapareça deve ser reconstituída o mais rapidamente possível. Salvaguardar a floresta é um factor de grande importância para a estabilização das bacias de drenagem e do respectivo regime hidrológico. As florestas são, de resto, úteis não só pelo seu valor económico mas também como lugares de recreio. A água doce utilizável representa menos de um por cento da quantidade de água do nosso planeta e está repartida muito  desigualmente. É indispensável conhecer os recursos hídricos superficiais e subterrâneos, tendo em conta o ciclo da água, a sua qualidade e a sua utilização. Entende-se por inventário a prospecção e a avaliação quantitativa dos recursos aquíferos.

 

A água é um recurso precioso que necessita de uma gestão racional segundo um plano que concilie ao mesmo tempo as necessidades a curto e a longo prazos. Impõe-se, pois, uma verdadeira política no domínio dos recursos hídricos, que implica numerosos ordenamentos com vista à sua conservação, regularização e distribuição. Além disso, a conservação da qualidade e da quantidade da água exige o desenvolvimento e aperfeiçoamento das técnicas de utilização, de reciclagem e de depuração. A investigação sobre a água, e especialmente sobre a água já utilizada, deve ser encorajada ao máximo. Os meios de informação devem ser ampliados e o intercâmbio internacional facilitados, ao mesmo tempo que se impõe a formação técnica e biológica de pessoal qualificado para as diferentes disciplinas que interessam.


Cada indivíduo é um consumidor e um utilizador da água. Como tal, é responsável perante os outros. Utilizar a água inconsideradamente é abusar do património natural. As águas que correm à superfície seguem os maiores declives e convergem para formar cursos de água. Um rio com os seus afluentes pode comparar-se a uma árvore extremamente ramificada que serve um território chamado bacia. Deve ter-se em conta o facto de que, nos limites duma bacia, todas as utilizações das águas de superfície e das águas subterrâneas são interdependentes e que, portanto, é desejável que também o seja a sua gestão. Os problemas internacionais que as utilizações da água podem suscitar devem ser resolvidos de comum acordo entre os Estados, com o fim de salvaguardar a água, tanto em qualidade como em quantidade.

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 21:11
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

Assembleias Gerais Ordinária e Extraordinária Eleitoral

Tiveram lugar em Anadia, nos termos e para os efeitos do disposto nos artºs 16º, nr. 1e 2, do Capítulo III dos Estatutos, duas Assembleias Gerais de todos os associados da Confraria da Água – Associação de Provadores de Agua de Portugal, uma Assembleia Geral Ordinária e outra Eleitoral Extraordinária, realizadas no dia 18 de Fevereiro, pelas 18H30 no Museu do Vinho, em Anadia, a primeira com a seguinte ordem de trabalhos: 1 – Leitura da Acta da reunião Anterior; 2- Apresentação do Relatório de Actividades de 2009; 3- Apresentação de contas de 2009; 4- Apresentação do Plano de Actividades e Orçamento para 2010; 5- Outros assuntos de interesse para Associação De acordo com o nr.3 do artigo 16, Cap III dos Estatutos da Confraria, à hora designada e publicitada não existia quórum para deliberar, ficava assim convocada a assembleia-geral para reunir no mesmo dia, com a mesma ordem de trabalhos, pelas 19h00, com o número de sócios presentes. Todos os temas foram apresentados pela Chanceler da Confraria, discutidos e votados, tendo merecido a aprovação consensual e unânime de todos os presentes. A segunda Assembleia, Extraordinária Eleitoral, elegeu os novos órgãos sociais, para o triénio 2010-2013, que eleitos, merecem o apoio e votos de felicitações para as boas realizações que se esperam.
publicado por ConfrariaDaAgua às 22:27
link do post | comentar | favorito
Domingo, 31 de Janeiro de 2010

Gala da Solidariedade alcançou grande sucesso

A Gala da Solidariedade, promovida no passado dia 9 de Janeiro 2009, alcançou em duplicado os seus objectivos : homenageou condignamente o confrade Narciso Lopes, agora membro honorário desta Confraria, por outro lado, a angariação de fundos para as duas instituições de solidariedade Florinhas do Vouga e Obra do Frei Gil Casa de Mira, alcançou mais de 4 mil euros, que foram entregues aos fins de solidariedade.

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 20:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Confraria da água homenageou Narciso Lopes em noite de gala e de solidariedade

in "O Figueirense"

 

Natural de S. Xisto, uma pequena aldeia do concelho de S. João da Pesqueira, Narciso Lopes nasceu numa família pobre, mas a vontade de crescer e singrar na vida falou mais alto. Actualmente, é proprietário de uma das empresas pioneiras na reciclagem de plásticos, sedeada em Estarreja, tendo amigos nos quatro cantos do mundo. Defensor acérrimo dos produtos nacionais, onde quer que vá leva sempre consigo vinho, azeite ou ovos-moles, para oferecer sem nada esperar receber. A solidariedade é uma das suas características, uma vez que está sempre pronto a ajudar. Fundador e presidente da Confraria Gastronómica “O Rebelo”, Narciso Lopes é confrade em 18 confrarias nacionais e internacionais, sendo confrade Leónis – título máximo – da Confraria da Fogaça, de Santa Maria da Feira.

“Narciso Lopes é um homem que granjeia muitas amizades, um homem amigo do seu amigo. É o homem que faz concorrência ao Pai Natal: das suas mãos vem sempre um maravilhoso vinho ou azeite. Enfim, é um homem que dá sem nada esperar receber”, destacou Margarida Amorim, chanceler da Confraria da Água - Associação de Provadores de Água de Portugal, instituição que distinguiu e homenageou Narciso Lopes, na gala realizada no Casino Figueira no passado sábado.

O evento contou com a participação de centenas de amigos e confrades do homenageado, numa noite recheada de emoções, onde a solidariedade não foi esquecida. Visivelmente comovido, Narciso Lopes agradeceu esta “homenagem muito sentida”, bem como a presença de “toda a família confrádica”. “Dêem-me flores enquanto for vivo. Fazer uma homenagem a título póstumo não vale a pena”, referiu, após ter sido entronizado como Confrade Honorário da Confraria da Água.
Um milhão de abraços. “Quem conhece o Narciso sabe que aquele sorriso esconde um coração de oiro”, disse um dos elementos da Confraria da Carne Barrosã, no momento em que várias confrarias subiram ao palco do Salão Caffé para, assim, prestarem homenagem a Narciso Lopes. “Não queremos que se pense que as confrarias só representam uma reunião com garfo, as confrarias têm também um aspecto social e de incremento da amizade”, disse Margarida Amorim a propósito do carácter de solidariedade presente nesta gala.  Assim, uma parte do valor apurado do jantar – com um custo de 35 euros por pessoa – reverteu a favor de duas Instituições Particulares de Solidariedade Social: “Florinhas do Vouga”, uma instituição sedeada em Aveiro que presta apoio aos sem-abrigo e aos mais desfavorecidos, e a “Obra de Frei Gil”, uma instituição que acolhe crianças e jovens em risco social. Margarida Amorim entregou, simbolicamente, um cheque de 1 milhão de abraços a cada uma das instituições.

 

No decorrer deste evento foi ainda realizado um leilão, tendo o valor angariado revertido, também, para estas duas instituições. Das quatro peças leiloadas destacou-se uma tela a óleo do século XIX, de autoria de um pintor francês, em que a base de licitação foi de mil euros. No entanto, e por se tratar de uma causa de solidariedade, Narciso Lopes redobrou este valor, arrebatando esta peça de arte por 2040 euros. O valor total deste leilão de solidariedade rondou os cerca de 2500 euros. “Pela lei do mecenato, gosto que os nossos grandes industriais ajudem as associações e colectividades que apoiam os pobres e os mais desfavorecidos. É um dever nosso enquanto membros de uma sociedade”, disse o homenageado em declarações aos jornalistas.

 

Iguaria dos deuses. Ao completar 62 anos de vida o homenageado foi surpreendido com o tradicional bolo de aniversário, seguido dos “parabéns a você”. Mas o aniversariante reservava, também, uma surpresa para todos os presentes: no final do jantar foi servido um Vinho do Porto fino com 62 anos (a sua idade), “uma verdadeira iguaria dos deuses”, destacou um dos muitos convidados desta gala.

Raquel Vieira

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 22:44
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Gala de Solidariedade, Casino da Figueira da Foz, 9 de Janeiro de 2010

 

A Confraria da Água - Associação de Provadores de Água de Portugal - é uma entidade que abraçou a nobre missão de promover, defender e valorizar as Águas Naturais Portuguesas, enquanto bem essencial à vida.
Esta Confraria tem vindo a promover e a participar em algumas iniciativas visando a prossecução daqueles fins, nomeadamente provas de águas associadas a eventos gastronómicos, elaboração de cartas de águas, aconselhamento sobre a água mais apropriada para a confecção e/ou degustação de uma determinada iguaria, entre outras.
Já para o início do ano de 2010, vai a Confraria da Água promover uma Gala de Homenagem e de Solidariedade, a qual terá lugar no Casino da Figueira da Foz, no próximo dia 9 de Janeiro de 2010 (sábado).
Pretende-se, nesse evento, homenagear o Senhor Narciso Lopes, uma das figuras mais carismáticas de todo o movimento confrádico. Homem dinâmico, trabalhador, disciplinado e persistente, de paixões fortes, parece um Homem tranquilo mas, no fundo, um turbilhão agita a sua alma sensível, para quem a palavra "AMIGO" tem um imenso significado. Amigo do seu Amigo, as suas amizades são criteriosamente seleccionadas e cultivadas por longo tempo. Estes são somente alguns dos atributos devido aos quais o Senhor Narciso Lopes - o fundador e grande timoneiro da Confraria Gastronómica "O Rabelo" - tem sido convidado para integrar e é membro de inúmeras confrarias portuguesas.
Para além da homenagem ao Senhor Narciso Lopes e da confraternização entre todos os que desejem associar-se a este evento, a esta iniciativa acresce um cariz social, revertendo uma percentagem do valor apurado no jantar para duas IPSS, a saber:
"Florinhas do Vouga", de Aveiro, uma instituição de apoio aos sem abrigo e aos mais desfavorecidos; e
"Obra de Frei Gil", uma instituição de âmbito nacional direccionada para o acolhimento de crianças e jovens em risco social.
Sabemos que podemos  contar com a sua participação, colaboração e empenho para que o Salão Caffé do Casino da Figueira da Foz transborde de entusiasmo, solidariedade e entreajuda.
A Confraria da Água tem o prazer de lhe remeter o convite/programa relativo à Gala de Homenagem e de Solidariedade, onde esperamos encontrá-la(o) no próximo dia 9 de Janeiro de 2010.
(Solicita-se aos membros das confrarias que venham trajados).
Até lá, uma saudação cordial da
CONFRARIA DA ÁGUA
publicado por ConfrariaDaAgua às 22:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 12 de Julho de 2009

IV Capitulo em Arouca

A Confraria da Água juntou mais de 150 Confrades e amigos nos festejos do seu IV Capítulo, neste ano em Arouca. Mereceu um programa de elevada qualidade e vertente cultural, com visita ao Convento de Arouca, Concerto de Órgão, Palestras, missa com o Coro do Cirac. Finalizando com almoço de confraternização na belíssima Quinta d`Alem da Ponte.

 

9h30 -Recepção dos Confrades/Amigos no adro do Convento de Arouca

 

10h00- Celebração eucarística na Igreja do Convento presidida pelo Confrade da Água, Revº Sr. Padre Nicolau, com a participação do coro do CIRAC - Círculo Recreio Arte e Cultura (Paços de Brandão, Santa Maria da Feira - Aveiro)

 

11h00- Sala do Capítulo:            

-Palestra sobre a Água proferida pela Sra. Dra. Celeste Guido

-Cerimónia de entronização de novas Confreiras e Confrades

-Momento de poesia pela Confreira da Água, Sra. Dra. Dulcineia Loureiro

-Discursos

- Foto da grande Família Confrádica

 

13h00 - Almoço na Quinta d’Além da Ponte (Carvalhal – Tropeço – Arouca)

publicado por ConfrariaDaAgua às 15:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Gastronomia: Confraria da Água vai criar uma Rota das Águas Naturais de Portugal

in Lusa

 

A Confraria Gastronómica da Água vai criar uma Rota das Águas Naturais de Portugal, que incluirá visitas às nascentes e a empresas de águas naturais, disse, hoje, fonte do organismo.

A Presidente da Confraria da Água - Associação de Provadores de Água de Portugal, Margarida Amorim adiantou à Lusa que a Rota pretende "criar um "produto de turismo industrial" em torno das águas naturais portuguesas".

A Confraria vai realizar dia 12 no Convento de Arouca o seu Quarto Capítulo, evento composto por celebração eucarística, palestras sobre as qualidades termais/medicinais da água e sobre Arouca - Património da UNESCO.

O encontro, que serve ainda para a entronização de novos confadres, envolve, também, momentos de poesia, almoço e vários actos lúdicos/culturais para "enaltecer a água e promover o seu conhecimento".

Margarida Amorim adiantou que o organismo, que tem 80 membros e sede em Santa Maria da Feira, lançou uma iniciativa junto dos estabelecimentos hoteleiros e de restauração, no sentido de lhes atribuir o título de "Amigo da Confraria da Água", com a condição de elaborarem uma "Carta de Águas".

"É essencial a presença de uma carta de águas para que o consumidor possa escolher de entre um conjunto de águas, a mais adequada para acompanhar a sua refeição e o seu vinho, motivando a cultura de água natural", frisou.

Para que a distinção seja atribuída - acrescentou - é, ainda, imprescindível que haja "dois copos à mesa", para que o cliente "acompanhe a sua refeição com um bom vinho e uma boa água natural".

A Confraria quer, ainda, promover o conceito de "Cozinha com água natural", promovendo-a como elemento e complemento essencial a uma boa gastronomia".

"Desde o mais complexo preparado gastronómico até à mais simples preparação de um café, a água é um elemento fundamental, influenciando o sabor e a confecção", defende.

Acresce que - acentua - "a utilização de uma água natural, em detrimento da da rede pública, evita que o preparado seja influenciado pelo cloro, tornando o sabor mais autêntico e apetecível".

 

Chanceler Margarida Amorim

 

A Confraria tem "divulgado o papel da água junto de instituições, associações, profissionais, especialistas e do consumidor, tendo em conta a necessidade de educar os consumidores e os profissionais para a importância deste bem que possui um enorme impacto na saúde".

Para tal, apoia iniciativas de formação e esclarecimento junto de profissionais e candidatos a profissionais no ramo da restauração e hotelaria, e vai elaborar o Livro das Águas Naturais de Portugal.

"Há semelhança do que acontece com o vinho, onde há distinção e qualificação dos diferentes tipos de vinho, também a água possui diferentes composições e propriedades, que as distingue e torna únicas", garante.

LM.

Lusa/fim

publicado por ConfrariaDaAgua às 22:18
link do post | comentar | favorito
Sábado, 30 de Maio de 2009

Recomendações de Hidratação

1. Beba cerca de 1,5 a 2 l de líquidos por dia (consulte tabela abaixo).
 
2. Beba pequenas quantidades de cada vez e frequentemente ao longo do dia, antecipando a sensação de sede.
 
3. Esteja atento a sinais associados a desidratação, aumentando a ingestão de líquidos nestas situações:
•          Sede.
•          Urina de cor intensa e com cheiro.
•          Cansaço, dor de cabeça, perda de capacidade de concentração, atenção e memória.
 
4.  Aumente a ingestão de líquidos nas seguintes situações:
•  Actividade física que o faça transpirar.
•  Temperatura ambiental elevada (incluindo ambientes aquecidos durante o Inverno) e altitude elevada (incluindo viagens aéreas).
•  Situações de doença acompanhadas de febre, vómitos ou diarreia.
•  Gravidez e aleitamento: aumente a ingestão de bebidas em cerca de 0,2 e 0,5 L/dia, respectivamente.
 
5. Redobre o cuidado com a hidratação no caso de crianças e idosos, grupos em que a capacidade de detectar o estado de desidratação e/ou responder aos seus sinais pode estar diminuída.
 
6. Hidrate-se através da ingestão de água e de outras bebidas (como leite, sumos e néctares, chá, infusões, refrigerantes, …) e de alimentos ricos em água (sopas, saladas e fruta).
 
A escolha das fontes de hidratação deve ser feita no enquadramento de uma alimentação saudável e depende das preocupações de cada pessoa, sejam elas nutricionais, de impactes ambientais, de segurança alimentar ou outras.

 

Ingestão recomendada de água proveniente de bebidas (Litro / dia)

Valores de referência aproximados recomendados para indivíduos saudáveis. Os valores mais adequados para cada pessoa dependem de vários factores (actividade física, temperatura ambiente, situações de doença, entre outros).

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 17:13
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Participação no VII Congresso de Nutrição e Alimentação

O Instituto Hidratação e Saúde (IHS) esteve presente pelo segundo ano consecutivo no Congresso anual da Associação Portuguesa de Nutricionistas que teve lugar no Centro de Congressos da Alfandega do Porto nos passados dias 27 e 28 de Maio.

A participação do IHS foi marcada por um Simpósio Satélite onde foi apresentado o primeiro estudo sobre hidratação e padrões de consumo de líquidos em Portugal, utilizando uma amostra representativa da população Portuguesa. Estiveram presentes neste simpósio cerca de 200 pessoas A Dr.ª Ana Macedo teve a seu cargo a apresentação do estudo, a qual explorou detalhadamente de uma forma esclarecedora os resultados deste extenso trabalho.

 

Aconselhamos todos os interessados a consultarem o relatório à disposição no website do IHS (www.ihs.pt). A primeira comunicação intitulada: “A sede enquanto indicador do estado de hidratação”, esteve a cargo da Dr.ª Patrícia Padrão. Esta apresentação contemplou duas abordagens de regulação da sede: a fisiológica, sob controlo homeostático e a outra, influenciada por características comportamentais, de controlo não homeostático. Entre outras curiosidades, destacou-se também o facto de, nas crianças, aliás tal como está descrito também para adultos, a composição das bebidas influenciar o volume de líquidos voluntariamente consumidos durante e após o exercício físico intenso.

Á semelhança do ano passado o IHS teve ainda um stand onde os participantes do congresso puderam medir numa balança de bioimpedância a sua quantidade de água total corporal e responder a um questionário que pretendeu averiguar o seu conhecimento em matérias de hidratação.

publicado por ConfrariaDaAgua às 23:28
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Compreender o papel do homem no Ciclo da Água

Numa sessão com a participação de muitos alunos e professores, uma vez mais a confraria da Água colaborou com uma escola do ensino secundário do Concelho de Braga, transmitindo e testemunhando a importância da água para a vida e o papel que o homem tem na preservação e respeito por este recurso inestimável.

 

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 21:39
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

III Capítulo - Confraria da Agua

Reserve na sua agenda 21 de Setembro - Almoço - Hotel da Curia - Curia
publicado por ConfrariaDaAgua às 11:48
link do post | comentar | favorito

Casino da Figueira - Jantar da Confraria da Agua

Reserve na sua agenda :

Jantar da Confraria da Agua - Casino da Figueira - 21 de Junho de 2008

 

19h30 - Recepção aos Confrades e Convidados

20h00 - Prova de Águas Naturais + Bar aberto de Aguas Naturais + mini Palestra

21h30 - Jantar, com momento de poesia e piano

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 11:45
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

«Sabores do Mundo» apresenta os sabores diversos das águas de todo o mundo

in jornal "Barlavento"

 

O restaurante da Marina de Albufeira tem a mais completa carta de águas do país, entre as quais as raras «Voss» e «Fine», da Noruega e do Japão. Na semana passada, organizou uma prova de águas, na qual o crítico gastronómico do «barlavento» também participou.

No mês de Abril, o «barlavento» apresentou aos seus leitores este restaurante, localizado na Marina de Albufeira.
E chamou a atenção para um pormenor inédito em Portugal: uma carta de águas naturais com trinta variedades, incluindo a «Voss» da Noruega, considerada a água mais pura do mundo, e a «Finé», japonesa, que os presentes provaram e adoraram.
Actualmente, dois outros estabelecimentos seguiram o exemplo, mas ainda se encontram a alguma distância, na variedade oferecida.

No passado dia 14, o «Sabores do Mundo & Sushi Bar» voltou a ser inédito, realizando uma prova de águas naturais, como complemento à apresentação do seu menu de Inverno, onde o Chefe Alain Salles desafia o paladar com iguarias como o «uramaki algarvio», que consiste num rolinho de alga marinha enrolado por fora com arroz japonês e recheio de presunto, melão e figo seco, «salteado de tubarão com bacon e molho de vinho, servido com batata inglesa».

 

 

Existem apenas três Confrarias da Água em todo o mundo, sendo uma portuguesa e as outras francesa e espanhola.
Têm como objectivo dar a conhecer as características das águas dos respectivos países e promovê-las junto ao grande público, mostrando como as águas de características diferentes combinam bem com pratos diferentes e ajudam a digestão, como acontece com os vinhos.

Segundo o Confrade da Confraria da Água e da Associação de Provadores de Água de Portugal, Belmiro Torres Couto, presente na prova de águas promovida no restaurante «Sabores do Mundo & Sushi Bar», o Algarve tem uma água que, pelas suas características únicas, tem condições para figurar ao lado das melhores águas gastronómicas do mundo. Trata-se da água das Caldas de Monchique, com o seu PH muito elevado, única no  mundo, uma água verdadeiramente "gourmet". Belmiro Torres Couto conduziu a prova cega de seis águas nacionais, convidando os presentes a participar na experiência, que foi um sucesso.

 

Para que os curiosos possam participar dessa experiência, aqui ficam algumas dicas, convidando-os a adquirir águas diferentes e compará-las:
As águas com PH baixo, por serem ácidas, parecem mais frescas do que as de PH elevado. As águas com maior percentagem de cálcio e magnésio, mais duras, têm uma textura mais adstringente e encorpada do que as de menor percentagem. Nas águas com gás, podemos distinguir não só a intensidade, como distinguir se o gás é parte integrante da água na origem, ou se lhe foi adicionado: no segundo caso, as bolhas geralmente são maiores.

19 de Dezembro de 2007
rafael rodosa

publicado por ConfrariaDaAgua às 22:03
link do post | comentar | favorito
Sábado, 25 de Junho de 2005

Contactos da Confraria da Agua

 

CONFRARIA DA AGUA - Associação de Provadores de Agua de Portugal

 

 

 

email geral da Confraria : ConfrariaDaAgua@sapo.pt

 

 

CHANCELARIA contactos :

Confreira Margarida Amorim  

Confreira Ilda Tavares

Confreira Dulcinêa Loureiro

Confrade Belmiro Couto

 

 

Entronização - Quinta das Lágrimas - Coimbra - 17 de Abril de 2004

Entronização - Quinta das Lágrimas - Coimbra 17 de Abril de 2004

publicado por ConfrariaDaAgua às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 17 de Abril de 2004

Entronização da Confraria da Água e 1º Encontro Internacional de Confrarias de Água

Criada a Confraria de Água, a terceira no mundo do seu género, movida por um grupo de entusiastas, profissionais e apreciadores de água natural, para valorizar, promover e dignificar a água natural Portuguesa, tanto na vida como na mesa.

 

Entre os principais objectivos desta nova confraria estão a sensibilização do consumidor, criando neste uma cultura de águas naturais, assim como a introdução de “cartas de água” nos restaurantes, numa analogia ao que já acontece com os vinhos. A formação de provadores, provas de águas e o incentivo ao convívio em torno da água natural são outras das metas da nova Confraria da Água.

 

No mesmo dia Cerimónia de Entronização, foi possível reunir representantes das três Confrarias de Água, conhecidas no mundo e realizar o 1º Encontro Interncional de Confrarias de Água.

 

 

 

Um grupo de personalidades movidas por diversos interesses profissionais ou pessoais, gente da industria de embalagem de águas naturais, da distribuição alimentar, de hipermercados, da hotelaria, da restauração, da comunicação, da ciência, das instituições, simples apreciadores, com as mais variadas motivações, encontram-se para celebrar as águas naturais Portuguesas. Valorizar, promover, desfrutar e ser apóstolos de uma cultura de água natural.

 

Foi criada a “Confraria da Água – Associação de Provadores de Água de Portugal” por escritura pública, no passado dia 22 de Março, dia Mundial da Água, que teve a sua cerimónia de Entronização no dia de sábado 17 de Abril, na Quinta das Lágrimas em Coimbra. Estiveram presentes várias entidades, convidados e duas Confrarias de Água conhecidas no mundo a “Confradía Gastronómica del Agua” de Barcelona - Espanha,  e a “Confrérie des Gousteurs d´Eau” de Contrexéville – França, que apadrinharam o acto. 

 

Antes da Entronização, reuniram alguns elementos das direcções das três Confrarias, realizando assim o I Encontro Internacional de Confrarias e Água, que após uma breve apresentação, travando conhecimento mútuo, e sobre uma agenda muito ligeira, decidiram como forma de iniciar o relacionamento entre as Confrarias, promover a troca de informação e endereçar convites de participação para as próximas cerimónias das respectivas confrarias, bem como promover a troca de experiências. Ficou também a perspectiva, de no futuro, após uma conhecimento mais profundo entre os seus membros, poderem  vir a desenvolver projectos em conjunto.

 

A Cerimónia de Entronização, foi iniciada com  a aspersão da água da nascente das Lágrimas sobre a Espada e o estandarte da nova Confraria, que depois marcou a entronização dos novos Confrades. Uma arma que investiu de poder e de força, mas ao mesmo tempo, que purificou pela franqueza e verdade do amor que Inês transmitiu nas lágrimas que chorou por D. Pedro e delas se fez brotar esta nascente. A mesma força e aliança eterna foi transmitida aos Confrades.

 

Como é tradicional no movimento das Confrarias, compete às confrarias madrinhas, neste caso as outras duas confrarias de água conhecidas no mundo, entronizar a nova Confraria na pessoa do seu Mestre do Capitulo .

 

D. Juan Renart, que presidiu à cerimónia de entronização, pela “Confradía Gastronómica del Agua” (de Barcelona - E) e Mr. Jean-Pierre Millot pela “Confrérie des Gousteurs d´Eau” (de Contrexéville - F)  foram os padrinhos entronizadores de José Miguel Júdice, primeiro Confrade da Confraria da Água – Associação de Provadores de Água de Portugal, e seu Magistru Principal – Grão Mestre Capitular.

 

De seguidas foram entronizados Confrades Honorários o Dr. Amílcar Theias e o Eng. Filipe Soutinho.

 

Seguiu-se a entronização de outros 68 Confrades pelo novo Mestre Capitular auxiliado pelos seus padrinhos.

 

O Sr. Ministro Amílcar Theias, encerrou a cerimónia de Entronização, enaltecendo a importância do papel que a nova Confraria poderá desempenhar na valorização das Águas Naturais Portuguesas.

 

Dois apontamentos de bailado, contextualizaram a arte de viver, o prazer das coisas simples, o encontro com o natural, o amor e a fraternidade entre as pessoas. Foram da responsabilidade  da Companhia de Dança de Aveiro, por bailarinos de excepção a Estela Rego e o José Luís Marques.

 

Antes do almoço, os Confrades e convidados puderam provar e saborear, em bar aberto, uma selecção de várias águas naturais Portuguesas. Segui-se a tradicional foto de família, na escadaria do Solar da Quinta das Lágrimas.

 

À mesa, houve gastronomia de qualidade. No novo Restaurante “Salão Aqua”, que tem por responsável de cozinha um chefe já bem conhecido na Quinta das Lágrimas, o Chefe Albano Lourenço, também confeccionou pratos com água natural.

 

De notar que o Restaurante Aqua, é uma dos primeiros restaurantes Portugueses a dispor de uma Garrafeira de Águas Naturais e de um Carta de Águas, para servir aos seus clientes mais exigentes.

 

Confraternizaram, mais de uma dezena de outras Confrarias gastronómicas e enófilas Portuguesas que se fizeram representar por Confrades, com certeza amigos da água.

 

Várias entidades do Estado, privadas e individualidades, enviaram os seus votos de saudação e felicitações à nova Confraria.

 

Encerraram os discursos de almoço, o novo Chanceler Belmiro Torres Couto, os padrinhos D. Juan Renart e Mr. Jean-Pierre Millot, o Vice Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Eng. Horácio Pina Prata, o novo Mestre Capitular Dr. Miguel Júdice, o Sr. Governador Civil de Coimbra, Dr. Fernando Santo Antunes, o Vice Presidente da CCDRC Dr. José Girão Pereira e o Sr. Ministro das Cidades do Desenvolvimento Território e do Ambiente Dr. Amílcar Theias.

 

Coimbra, 17 de Abril de 2004 – Quinta das Lágrimas

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 20:25
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Abril de 2004

Águas naturais dinamizam nova confraria gastronómica

in "Jornal da Bairrada"

 

Um grupo de 70 apreciadores de águas naturais vai constituir no sábado a Confraria da Água, para fomentar a cultura da água e valorizar as águas portuguesas.
"Trata-se de procurar a valorização da água natural, na mesma lógica do que se passou com o vinho, cuja cultura envolveu os produtores e foi levada ao consumidor, aumentando a sua satisfação e valorizando o produto", explicou à Lusa Belmiro Couto, das Águas de S. Cristóvão, e um dos dinamizadores da Confraria.
Aquele empresário recorda que, há alguns anos, era comum as pessoas sentarem-se à mesa e pedirem vinho, limitando-se a dizer se preferiam tinto ou branco, enquanto hoje escolhem a marca, a região de onde o vinho é e o ano.
A nova Confraria propõe-se dinamizar a sua presença nos restaurantes, onde a par da já habitual "carta de vinhos", deveria haver uma "carta de águas", "para que o consumidor possa escolher a água mais adequada para acompanhar a refeição e o próprio vinho".
"As águas naturais portuguesas são todas de excepcional qualidade, a avaliar pelos prémios internacionais" com que são distinguidas, mas estão mal divulgadas", diz Belmiro Couto.
Para inverter esse panorama a Confraria vai desenvolver acções para sensibilizar os consumidores e profissionais acerca das características específicas das águas naturais portuguesas e promover concursos e degustações.
À semelhança das provas de vinho, a prova de águas é feita através da "prova cega", em que é reunido num tabuleiro um conjunto de marcas de águas numeradas.
A identificação dos tipos de água é feita seguindo indicações relativas aos níveis de pH e mineralização, que correspondem a uma água mais ou menos ácida, e leve ou pesada.
Virado para os profissionais de hotelaria e restauração está especialmente previsto o apoio a acções de formação e esclarecimento, e a distinção dos estabelecimentos com o dístico "Amigo da Confraria da Água", que impõe a confecção dos pratos com água natural, evitando que o preparado seja influenciado pelo cloro, e a presença de dois copos à mesa, além da carta de águas.
A Confraria propõe-se ainda promover acções de sensibilização junto do sector da distribuição, para que as grandes superfícies e o comércio em geral passem a disponibilizar ao consumidor uma "garrafeira de águas", que lhe permita maior liberdade de escolha.
A fundação da Confraria da Água, que terá lugar na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, será testemunhada por representantes da congénere francesa "Confrérie des Gousteurs d+Eau", de Contrexéville, e da espanhola "Confradía Gastronómica del Agua", associada ao grupo Vichy Catalan.
Do núcleo fundador fazem parte as águas portuguesas Fastio, S. Cristóvão, S. Martinho, Serrana, Carvalhelhos e Caldas de Penacova.

publicado por ConfrariaDaAgua às 22:39
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Março de 2004

Dia Mundial da Agua - 22 de Março de 2004, Dia da Constituição

No "Dia Mundial da Água" 22 de Março de 2004, no gabinete do Primeiro Notário de Aveiro, é constituída formalmente por escritura pública, a Confraria da Agua – Associações de Provadores de Águas de Portugal. Com a cerimónia de Entronização marcada para 17 de Abril, na Quinta das Lágrimas

Emanuela Falcão

Emanuela Falcão

em Coimbra, A Confraria de Água é a terceira no mundo do seu género, movida por um grupo de entusiastas, profissionais e apreciadores de água natural, para valorizar, promover e dignificar a água natural Portuguesa, tanto na vida como na mesa.

 

 

Queremos incutir em cada consumidor, em cada profissional da hotelaria, um verdadeiro espírito de apreciador de Água Natural, transmitindo o conhecimento, promovendo provas de águas, promovendo formação de provadores, valorizando o seu lugar na gastronomia, incentivando o encontro e o convívio social em torno da água natural.

 

Entre os principais objectivos desta confraria estão a sensibilização do consumidor, criando neste uma cultura de águas naturais, assim como a introdução de “cartas de água” nos restaurantes, numa analogia ao que já acontece com os vinhos.

 

Em concordância com os fundamentos estatutários da Confraria da Água estabelecem-se um conjunto de objectivos coerentes e promotores do espírito da Confraria enquanto associação sem fins lucrativos que tem “por finalidade a defesa, valorização e divulgação das Águas Naturais Portuguesas”.

 

Enumeram-se assim um conjunto de objectivos como:

- Valorizar as Águas Naturais Portuguesas;

- Criar e fomentar uma cultura de águas naturais a nível nacional;

- Educar os consumidores e profissionais para a sensibilidade das características específicas das Águas Naturais Portuguesas;

- Promover o culto da prova de Águas Naturais;

- Dinamizar a utilização das Águas Naturais na gastronomia Portuguesa;

- Promover a utilização das águas como elemento e complemento enológico e gastronómico essencial;

- Promover a sensibilização dos profissionais da Hotelaria e Restauração, bem como do sector da Distribuição e Indústria, nas temáticas de valorização das Águas Naturais Portuguesas;

- Relevar a importância da água natural para a saúde humana, promovendo o papel da mesma na vida e saúde humana;

- Desenvolver o espírito de união entre os especialistas, industriais e apreciadores das Águas Naturais Portuguesas;

- Realizar concursos e degustações de Águas Naturais;

- Realizar e promover diferentes estudos e documentos que valorizem as Águas Naturais de Portugal;

- Apoiar políticas de protecção dos aquíferos naturais Portugueses e realizar acções de sensibilização sobre as problemáticas de defesa da água natural;

- Colaborar com as Associações Empresariais do sector das Águas naturais;

- Fomentar o intercâmbio com instituições congéneres de outros países;

- Integrar a Confraria da Água no movimento federativo das Confrarias Gastronómicas e Enófilas, Portuguesas e no Mundo;

- Promover e desenvolver actividades socioculturais entre os membros da Confraria, e entre estes e a sociedade, organizações e cidadãos;

- Promover e participar em actividades e eventos da Comunidade Portuguesa, que se enquadrem no espírito da Confraria;

- Celebrar o Dia Mundial da Água;

- Manter uma voz activa, junto da Comunicação Social em defesa das Água Naturais, da Confraria e dos seus projectos;

- Desenvolver todo o conjunto de instrumentos de valorização das águas naturais em Portugal, criando maior valor acrescentado junto do consumidor, profissionais e dos especialistas da gastronomia e da saúde em Portugal.

 

 

 

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 20:10
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.posts recentes

. 12.º Aniversário da Confr...

. ...

. Better Water, Better Jobs

. BOAS FESTAS

. A Confraria da Água na Im...

. Dia Nacional da Água - 1 ...

. VII Capítulo no Pavilhão ...

. Festival da Água - 12 de ...

. 22 de Março de 2014 - 10 ...

. VI Capítulo em Vila Nova ...

. Prova cega de aguas- Jant...

. Prova Cega de Aguas Natua...

. A não perder ! 10 de Deze...

. Semi-Capitulo dia 22 de S...

. 22 de Março 2011 Dia Mund...

. Dia Mundial da Agua - Pam...

. Confraria da Agua, faz pr...

. Rota das Águas na Serra d...

. Cozinha com Água Natural,...

. Prova de Água na RTP1 no ...

. Fomação a profissionais d...

. Agua, Mar, Moliceiro, Cab...

. Águas Naturais em Tábua ...

. A Confraria da água reali...

. Águas na Semana Aberta da...

. Palestra e Prova de Água ...

. Universidade Católica - A...

. Prova de Água – Hotel Aqu...

. Recordar a Carta Europeia...

. Assembleias Gerais Ordiná...

. Gala da Solidariedade alc...

. Confraria da água homenag...

. Gala de Solidariedade, Ca...

. IV Capitulo em Arouca

. Gastronomia: Confraria da...

. Recomendações de Hidrataç...

. Participação no VII Congr...

. Compreender o papel do ho...

. III Capítulo - Confraria ...

. Casino da Figueira - Jant...

. «Sabores do Mundo» aprese...

. Contactos da Confraria da...

. Entronização da Confraria...

. Águas naturais dinamizam ...

. Dia Mundial da Agua - 22 ...

.arquivos

. Março 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Junho 2005

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds