Sábado, 17 de Abril de 2004

Entronização da Confraria da Água e 1º Encontro Internacional de Confrarias de Água

Criada a Confraria de Água, a terceira no mundo do seu género, movida por um grupo de entusiastas, profissionais e apreciadores de água natural, para valorizar, promover e dignificar a água natural Portuguesa, tanto na vida como na mesa.

 

Entre os principais objectivos desta nova confraria estão a sensibilização do consumidor, criando neste uma cultura de águas naturais, assim como a introdução de “cartas de água” nos restaurantes, numa analogia ao que já acontece com os vinhos. A formação de provadores, provas de águas e o incentivo ao convívio em torno da água natural são outras das metas da nova Confraria da Água.

 

No mesmo dia Cerimónia de Entronização, foi possível reunir representantes das três Confrarias de Água, conhecidas no mundo e realizar o 1º Encontro Interncional de Confrarias de Água.

 

 

 

Um grupo de personalidades movidas por diversos interesses profissionais ou pessoais, gente da industria de embalagem de águas naturais, da distribuição alimentar, de hipermercados, da hotelaria, da restauração, da comunicação, da ciência, das instituições, simples apreciadores, com as mais variadas motivações, encontram-se para celebrar as águas naturais Portuguesas. Valorizar, promover, desfrutar e ser apóstolos de uma cultura de água natural.

 

Foi criada a “Confraria da Água – Associação de Provadores de Água de Portugal” por escritura pública, no passado dia 22 de Março, dia Mundial da Água, que teve a sua cerimónia de Entronização no dia de sábado 17 de Abril, na Quinta das Lágrimas em Coimbra. Estiveram presentes várias entidades, convidados e duas Confrarias de Água conhecidas no mundo a “Confradía Gastronómica del Agua” de Barcelona - Espanha,  e a “Confrérie des Gousteurs d´Eau” de Contrexéville – França, que apadrinharam o acto. 

 

Antes da Entronização, reuniram alguns elementos das direcções das três Confrarias, realizando assim o I Encontro Internacional de Confrarias e Água, que após uma breve apresentação, travando conhecimento mútuo, e sobre uma agenda muito ligeira, decidiram como forma de iniciar o relacionamento entre as Confrarias, promover a troca de informação e endereçar convites de participação para as próximas cerimónias das respectivas confrarias, bem como promover a troca de experiências. Ficou também a perspectiva, de no futuro, após uma conhecimento mais profundo entre os seus membros, poderem  vir a desenvolver projectos em conjunto.

 

A Cerimónia de Entronização, foi iniciada com  a aspersão da água da nascente das Lágrimas sobre a Espada e o estandarte da nova Confraria, que depois marcou a entronização dos novos Confrades. Uma arma que investiu de poder e de força, mas ao mesmo tempo, que purificou pela franqueza e verdade do amor que Inês transmitiu nas lágrimas que chorou por D. Pedro e delas se fez brotar esta nascente. A mesma força e aliança eterna foi transmitida aos Confrades.

 

Como é tradicional no movimento das Confrarias, compete às confrarias madrinhas, neste caso as outras duas confrarias de água conhecidas no mundo, entronizar a nova Confraria na pessoa do seu Mestre do Capitulo .

 

D. Juan Renart, que presidiu à cerimónia de entronização, pela “Confradía Gastronómica del Agua” (de Barcelona - E) e Mr. Jean-Pierre Millot pela “Confrérie des Gousteurs d´Eau” (de Contrexéville - F)  foram os padrinhos entronizadores de José Miguel Júdice, primeiro Confrade da Confraria da Água – Associação de Provadores de Água de Portugal, e seu Magistru Principal – Grão Mestre Capitular.

 

De seguidas foram entronizados Confrades Honorários o Dr. Amílcar Theias e o Eng. Filipe Soutinho.

 

Seguiu-se a entronização de outros 68 Confrades pelo novo Mestre Capitular auxiliado pelos seus padrinhos.

 

O Sr. Ministro Amílcar Theias, encerrou a cerimónia de Entronização, enaltecendo a importância do papel que a nova Confraria poderá desempenhar na valorização das Águas Naturais Portuguesas.

 

Dois apontamentos de bailado, contextualizaram a arte de viver, o prazer das coisas simples, o encontro com o natural, o amor e a fraternidade entre as pessoas. Foram da responsabilidade  da Companhia de Dança de Aveiro, por bailarinos de excepção a Estela Rego e o José Luís Marques.

 

Antes do almoço, os Confrades e convidados puderam provar e saborear, em bar aberto, uma selecção de várias águas naturais Portuguesas. Segui-se a tradicional foto de família, na escadaria do Solar da Quinta das Lágrimas.

 

À mesa, houve gastronomia de qualidade. No novo Restaurante “Salão Aqua”, que tem por responsável de cozinha um chefe já bem conhecido na Quinta das Lágrimas, o Chefe Albano Lourenço, também confeccionou pratos com água natural.

 

De notar que o Restaurante Aqua, é uma dos primeiros restaurantes Portugueses a dispor de uma Garrafeira de Águas Naturais e de um Carta de Águas, para servir aos seus clientes mais exigentes.

 

Confraternizaram, mais de uma dezena de outras Confrarias gastronómicas e enófilas Portuguesas que se fizeram representar por Confrades, com certeza amigos da água.

 

Várias entidades do Estado, privadas e individualidades, enviaram os seus votos de saudação e felicitações à nova Confraria.

 

Encerraram os discursos de almoço, o novo Chanceler Belmiro Torres Couto, os padrinhos D. Juan Renart e Mr. Jean-Pierre Millot, o Vice Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Eng. Horácio Pina Prata, o novo Mestre Capitular Dr. Miguel Júdice, o Sr. Governador Civil de Coimbra, Dr. Fernando Santo Antunes, o Vice Presidente da CCDRC Dr. José Girão Pereira e o Sr. Ministro das Cidades do Desenvolvimento Território e do Ambiente Dr. Amílcar Theias.

 

Coimbra, 17 de Abril de 2004 – Quinta das Lágrimas

 

publicado por ConfrariaDaAgua às 20:25
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.posts recentes

. VIII Capítulo - Museu do ...

. SAVE THE DATE - 30 Setemb...

. Livro "Águas Minerais Nat...

. 1 de Outubro - Dia Nacion...

. 12.º Aniversário da Confr...

. ...

. Better Water, Better Jobs

. BOAS FESTAS

. A Confraria da Água na Im...

. Dia Nacional da Água - 1 ...

. VII Capítulo no Pavilhão ...

. Festival da Água - 12 de ...

. 22 de Março de 2014 - 10 ...

. VI Capítulo em Vila Nova ...

. Prova cega de aguas- Jant...

. Prova Cega de Aguas Natua...

. A não perder ! 10 de Deze...

. Semi-Capitulo dia 22 de S...

. 22 de Março 2011 Dia Mund...

. Dia Mundial da Agua - Pam...

. Confraria da Agua, faz pr...

. Rota das Águas na Serra d...

. Cozinha com Água Natural,...

. Prova de Água na RTP1 no ...

. Fomação a profissionais d...

. Agua, Mar, Moliceiro, Cab...

. Águas Naturais em Tábua ...

. A Confraria da água reali...

. Águas na Semana Aberta da...

. Palestra e Prova de Água ...

. Universidade Católica - A...

. Prova de Água – Hotel Aqu...

. Recordar a Carta Europeia...

. Assembleias Gerais Ordiná...

. Gala da Solidariedade alc...

. Confraria da água homenag...

. Gala de Solidariedade, Ca...

. IV Capitulo em Arouca

. Gastronomia: Confraria da...

. Recomendações de Hidrataç...

. Participação no VII Congr...

. Compreender o papel do ho...

. III Capítulo - Confraria ...

. Casino da Figueira - Jant...

. «Sabores do Mundo» aprese...

. Contactos da Confraria da...

. Entronização da Confraria...

. Águas naturais dinamizam ...

. Dia Mundial da Agua - 22 ...

.arquivos

. Outubro 2017

. Junho 2017

. Março 2017

. Setembro 2016

. Março 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Julho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Junho 2005

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds